Roda de conversa marca o Mês da Consciência Negra na EMAC

“Foi uma noite marcada por histórias, vivências e depoimentos que estimulam a reflexão e a discussão sobre o combate ao racismo”, afirmou Sérgio Ribeiro, Coordenador da EMAC e mediador do evento.

Katia Trindade, Coordenadora do MNU (Movimento Negro Unificado - Itap. da Serra), abriu a roda de conversa com o tema: Conceito africano Sankofa (que na tradução do africano ocidental - “não é tabu voltar atrás e buscar o que esqueceu” e o Matriarcado em base nas pesquisas de estudo de DNA mitocondrial pela geneticista, Dra Rebeca Cann.

Em seguida os alunos de canto da EMAC realizaram uma emocionante apresentação musico-teatral, cantando em dialeto africano, regidos pela professora Nil Carneiro, que trouxe a reflexão sobre a resistência do povo africano e luta contra o racismo.

O Rapper e Coordenador do Espaço Cultural Jd. Jacira - Birô Biofônica deu continuidade à roda de conversa abordando o tema: Apropriação Cultural, a origem das tranças africanas, seus significados em cada tribo, história e a luta contra o “embranquecimento” dessa cultura.

Logo após os alunos de percussão musical da EMAC, realizaram uma linda apresentação de ritmos Africanos e Afro-brasileiros coordenados pelo professor Luiz Gustavo.

O Coordenador de Políticas Públicas da SECULT - Denis Rodrigues, fechou com chave de ouro a roda de conversa abordando temas como: Racismo Estrutural, realidade periférica nos tempos atuais herdada pela época da escravidão, Educação Financeira, trazendo o conceito do Black Money, Construção e fortalecimento das pessoas pretas na sociedade.

A Secretária de Cultura, Luciana Castro esteve presente no evento e agradeceu a todos os convidados e participantes pela noite e ao bate papo enriquecedor.

Realização: EMAC - Escola Municipal de Arte e Cultura de Itapecerica da Serra.

Apoio: Prefeitura de Itapecerica da Serra// Secretaria de Cultura de Itapecerica da Serra.