Noticias

Itapecerica participa do lançamento do novo currículo estadual da educação infantil e ensino fundamental

Itapecerica participa do lançamento do novo currículo estadual da educação infantil e ensino fundamental

O Governo de São Paulo realizou uma cerimônia no Palácio dos Bandeirantes para marcar a homologação do novo currículo das etapas da educação infantil e ensino fundamental do Estado. O lançamento teve a presença do governador João Doria, do secretário estadual de Educação, Rossieli Soares, e da secretária municipal Soraia Ribeiro, representando Itapecerica da Serra.

“É um orgulho para a Secretaria de Educação de Itapecerica ter participado de um evento de tal importância. O currículo paulista apresenta objetivos contextualizados para assegurar a aprendizagem para todos os alunos, considerando aspectos físicos, intelectuais, culturais, sociais, corporativos e afetivos voltados aos desafios futuros e os presentes no dia a dia”, destacou Soraia.

A Secretaria Estadual de Educação irá destinar R$ 25 milhões para os municípios que fizerem a adesão ao currículo paulista, com formação, avaliação, a partir da aplicação subsidiada do Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) e materiais de apoio, com a disponibilização dos cadernos “Ler e Escrever” e “EMAI”.

O novo currículo faz parte das ações da Secretaria por meio do regime de colaboração com os municípios paulistas. “O regime de colaboração entre Estado e municípios é fundamental para melhorarmos os níveis de aprendizagem na educação de São Paulo. Temos que ter uma visão sistêmica do processo com foco na aprendizagem do nosso estudante, independente de ele pertencer à rede estadual ou municipal”, ressaltou Rossieli.

Também participaram da cerimônia no Palácio dos Bandeirantes Rosana Ladeira, diretora de Ensino Fundamental, e Luciana Alves Teixeira, assessora especial da Educação.

Antes de entrar em vigor, o documento passou por uma série de discussões e contou com 2,5 milhões de participações, via consulta pública, e 103 mil sugestões da sociedade civil. Para garantir que o novo currículo chegue aos estudantes, haverá uma ampla formação de professores. O objetivo é que os profissionais presentes nestas formações repliquem o conhecimento e as informações em suas respectivas unidades, garantindo a formação em “efeito cascata.”

Educação integral

O principal pilar do documento é a implementação do conceito de educação integral que promove o desenvolvimento do estudante tornando-o sujeito da aprendizagem. Esse novo paradigma pressupõe uma mudança de percepções: o professor supera as barreiras das disciplinas e promove a integração curricular, e o aluno se desenvolve em todas as dimensões.

O novo currículo prevê ainda, por meio da educação integral, que a escola esteja conectada com o sentido da vida dos estudantes e fomente o uso de metodologias ativas para ressignificar as aprendizagens e os espaços.

Adicionar Comentário