Mestre bambuzeiro apresenta projeto cultural sustentável de formação profissional do Jd. Sampaio

O mestre bambuzeiro Lúcio Ventania, que será responsável pelas oficinas e capacitação dos participantes, fez uma explanação para secretários municipais, vereadores Val Santos (presidente da Câmara) e Soares, representantes da iniciativa privada e do terceiro setor que atuam no município.

O prefeito Dr. Francisco Nakano participou do evento, assim como os secretários diretamente envolvidos: Romeu Nicolatti Tavares (Cultura e Governo) e Gilberto Pascom Júnior (Obras e Serviços).

Dr. Nakano destacou a felicidade em apresentar um projeto tão relevante e inovador para Itapecerica da Serra; Romeu explicou que o futuro centro do Sampaio se somará aos outros quatros espaços culturais espalhados pelos bairros do município (Valo Velho, Parque Paraíso, Jacira e Branca Flor); enquanto Pascom contou que conheceu a atuação do mestre Lúcio pelas redes sociais e reforçou a importância de que o trabalho seja desenvolvido de forma integrada entre diversas Secretarias da Prefeitura.

Um dos principais representantes do movimento de popularização do uso do bambu no Brasil, Lúcio Ventania falou um pouco de sua trajetória, a história de utilização e peculiaridades do bambu e explanou sobre a proposta sustentável e interdisciplinar que vai promover a capacitação da comunidade sobre a técnica da bioconstrução. O resultado será a construção do novo equipamento público no Sampaio utilizando materiais naturais.

De acordo com Ventania, a ideia é deixar três legados para a cidade: um Centro Cultural que será referência nacional no modelo de construção; a participação da população e seu viés social; e uma administração de engenharia exemplar aproveitando ao máximo os recursos.

Ao capacitar os envolvidos quanto às técnicas para trabalhar com bambu: colheita, tratamentos, encaixes, amarrações e tudo mais para começar a produzir peças, o projeto buscará desenvolver em Itapecerica da Serra essa cultura. De acordo com o mestre, que dirige o Cerbambu - Centro de Referência do Bambu, em Minas Gerais, a experiência poderá virar um livro, com detalhes da experiência inédita.